Pesquisar

odonto

odonto

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Interrupções ao longo da Adutora Monsenhor Expedito prejudicam abastecimento de água em Santa Cruz

O abastecimento de água em Santa Cruz tem sofrido constantes interrupções nos últimos dias. A informações foi confirmada pela direção do Serviço Autônomo de Águas e Esgotos (SAAE) de Santa Cruz junto a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN).
De acordo com as informações repassadas pela CAERN, problemas de falta de energia e manutenção da Adutora Monsenhor Expedito tem feito com que o abastecimento para Santa Cruz sofressem interrupções desde o final da semana passada, com a última interrupção na manhã desta quinta-feira (17), para manutenção da Adutora.
Com os problemas verificados, aliando-se ao período de altas temperaturas, onde a população consome mais água, o abastecimento foi atrasado em todos os bairros, gerando reclamações da população com a falta de água em suas residências.
Segundo o diretor do SAAE, Ângelo Giuseppe, a ação deve voltar a se normalizar nesta tarde de quinta-feira. "Já entramos em contato com a direção da Adutora que garantiu o retorno do abastecimento de água para Santa Cruz nesta tarde, mas pedimos aos setores que estão sendo abastecidos, economia de água, para que toda a cidade seja abastecida o mais rápido possível, minimizando os problemas da população", destacou o gestor da autarquia municipal.
MENOR OFERTA DE ÁGUA
Outro problema verificado pela gestão do SAAE é que a oferta de água da Adutora Monsenhor Expedito, tem diminuído nos últimos meses, chegando em outubro a ser menor, quase que, 30%, do que foi ofertado pela CAERN a Santa Cruz no mês de maio, por exemplo, o que tem aumentado os transtornos para abastecer toda a cidade, dificultando o trabalho do SAAE.
Ainda de acordo com Ângelo Giuseppe, o município tem procurado medidas para que esta diminuição não ocorra. "Santa Cruz não tem problemas com pagamento da água que compramos da Adutora para abastecer a cidade. Com as contas em dia, não justifica que a vazão de água para o município seja menor, especialmente, neste período, em que a população consome mais água. A prefeita Fernanda Costa e o deputado Tomba Farias estão se esforçando para reverter este quadro e que todos os problemas sejam resolvidos para que não voltem a afetar a população", enfatizou o diretor do SAAE.
A seguir você verá um quadro elaborado pelo SAAE com a quantidade de ligações de água, que aumenta mês a mês, e a oferta de água por parte da CAERN, que tem sofrido diminuição:

Nenhum comentário: