Pesquisar

odonto

odonto

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Tomba conclama união da classe política para reverter decisão do STF contra a vaquejada

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Tomba Farias (PSB) conclamou os deputados estaduais e os representantes da bancada federal do Rio grande do Norte, no sentido de tentar reverter a iniciativa do Supremo Tribunal de Federal (STF), que considerou a vaquejada inconstitucional – uma decisão equivocada, segundo o parlamentar.
“Conclamo a toda a sociedade do Rio Grande do Norte, a esta Casa, para que a gente convoque todos os deputados federais e senadores, para participar da mobilização no dia 25 de outubro, em Brasília, quando vaqueiros de todo o Brasil vão protestar contra a decisão que proíbe as vaquejadas, disse. 
Ao assinalar que a vaquejada é um patrimônio cultural do povo nordestino, ele ainda enfatizou também que essa prática esportiva tem um importante papel na geração de emprego e renda. “O Nordeste brasileiro criou a vaquejada, que abriu muitos empregos, gerando recursos para a economia dos Estados. São mais de 600 mil empregos em todo o Brasil, revelou, e questionou como será a vida de uma pessoa que mantém a sua família trabalhando em vaquejadas, caso o esporte seja proibido.
Tomba sugeriu que a decisão do STF tem um cunho discriminatório com relação ao Nordeste, tendo em vista que aquela Corte em nenhum momento diligenciou no sentido de proibir os rodeios existentes no Sul do País. O parlamentar destacou em Plenário que também são frágeis os argumentos de que a vaquejada maltrata os animais.
Segundo ele, nas vaquejadas que são realizadas nos tempos atuais, todas as medidas são tomadas para que não ocorra maltrato aos animais. “Somos favoráveis também aos bons tratos para os animais, retirando o uso de esporras, cuidando da cauda e aumentando as forrações de areia nas arenas, como as Federações e Associações fazem, explica.

Nenhum comentário: