3a1

iure veiculos

iure veiculos

AM CARNES

AM CARNES

CREART

CLINICA TRAIRI

CLINICA TRAIRI

pedra cell

rede con

rede con

MARMORARIA

MARMORARIA

apolo

apolo

CASA DO MATUTO

CASA DO MATUTO

Drogaria Topázio

Drogaria Topázio

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Natal completa 418 anos de história

No dia em que o mundo cristão celebra o nascimento de Jesus Cristo, a capital potiguar comemora aniversário. Por isso foi batizada de Natal. Nesta terça-feira, 25 de dezembro, a cidade completa 418 anos de história.

A capital do Rio Grande do Norte surgiu a partir da intenção espanhola de expulsar os franceses do litoral brasileiro no período da União das Coroas Ibéricas (1580 -1640). O rei da Espanha, Felipe II, determinou a construção de uma fortaleza para proteger a Barra do Rio Grande - como era chamado o território naquela época - e a fundação de uma cidade a uma légua da fortificação.

Também conta a história que a Espanha queria a todo custo expulsar os franceses, porque a França era uma nação inimiga do reino espanhol. E nesta época, Portugal estava sob domínio da Espanha. Primeiro os franceses foram expulsos da Paraíba; depois, do Rio Grande.

Em 6 de janeiro de 1598 foi inaugurada a Fortaleza dos Santos Reis (hoje chamada Fortaleza dos Reis Magos), cujo nome faz referência ao Dia de Reis, quando se encerra o ciclo natalino. Quase dois anos depois, a uma légua da edificação, nasceu a cidade, a qual teve os limites demarcados em 25 de dezembro de 1599.

Em 1633, Natal é alvo da invasão Holandesa ao Brasil e recebe provisoriamente o nome de Nova Amsterdã, em alusão à capital holandesa. Um relatório desta época registra que havia cerca de 30 casas em Natal, a maioria delas cobertas com palhas.

Atualmente
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Natal tem atualmente 803.739 mil habitantes numa área de 172 quilômetros quadrados. O Produto Interno Bruto (PIB) da capital é de R$ 10 bilhões e a renda per capta de R$ 5.411 mil, de acordo com os dados da prefeitura.

Do G1 RN
(Foto: Fernando Chiriboga)

Nenhum comentário:

Acessos do blog