3a1

iure veiculos

iure veiculos

AM CARNES

AM CARNES

CREART

CLINICA TRAIRI

CLINICA TRAIRI

pedra cell

rede con

rede con

MARMORARIA

MARMORARIA

apolo

apolo

CASA DO MATUTO

CASA DO MATUTO

Drogaria Topázio

Drogaria Topázio

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Sítio Novo-RN: Mais Informações do Crime Que Chocou o Município


Por volta das 16hs desta quinta-feira (29) um homem identificado por José Adelino Neto de 32 anos, matou a própria filha Maria Rita Anísio do Nascimento de apenas 3 anos por asfixia no sítio Pau de Leite, zona rural de Sítio Novo.

Segundo informações do Sargento Juvanildo do Grupo Tático de Operações da cidade de Santa Cruz, o pai teria levado a menina ao matagal que fica a poucos metros da casa sob ameaça de morte. Em seguida, o homem retornou a residência sem a garota alegando que a mesma havia sido picada por uma cobra. Ainda segundo o sargento a versão foi descartada devido às marcas encontradas no pescoço da vitima com características visíveis de estrangulamento.

Segundo a avó da vítima dona Marlene, o principal motivo para que possa justificar o ato brutal cometido pelo pai foi o simples fato da avó ter se negado a dar dez reais para que o José Adelino comprasse droga, onde ele alegava que iria comprar bolacha.

No momento em que avó saiu para efetuar a comprar, Adelino pegou a criança levou para o mato e cometeu o crime. Ao retornar a casa dona Marlene deu de cara com o homem e perguntou por sua neta, foi aí que Adelino disse que nunca mais a haveria, no mesmo momento alegou que a menina havia sido picada por uma cobra.



Dona Marlene e a mãe da menina Maria Jéssica Anísio do Nascimento de apenas 18 anos e já esperando seu segundo filho do homem, foram ao local e encontraram o corpo da pequena Maria Rita sobre os facheiros (mandacaru), e o levaram para casa. Nesse intervalo o pai aproveitou para fugir e até o momento a polícia não tem pista do homem.

Segundo os populares, José Adelino Neto sofre de problemas mentais e teria sido visto na garupa de uma moto que seguia com destino a Sítio Novo.


Segundo a mãe, o homem já havia feito várias ameaças de morte contra ela e sua filha, mas nunca levou a sério que o pior poderia acontecer. Pouco depois que outros policiais chegaram ao local para que o GTO retornasse a Santa Cruz, Jéssica grávida de nove meses entrou em trabalho de parto e foi levada para Santa Cruz na viatura da polícia.
Com informações do GIRO/RN.com

Um comentário:

Anônimo disse...

coloque a foto desse marginal para gente ver!!!

Acessos do blog