3a1

iure veiculos

iure veiculos

AM CARNES

AM CARNES

CREART

CLINICA TRAIRI

CLINICA TRAIRI

pedra cell

rede con

rede con

MARMORARIA

MARMORARIA

apolo

apolo

CASA DO MATUTO

CASA DO MATUTO

Drogaria Topázio

Drogaria Topázio

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Calculadora online permite que candidatos do Enem façam estimativas de desempenho

Ferramenta permite simular notas, resultados do SiSU e calcula probabilidade de aprovação

Diante da aplicação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em meio a um período de pandemia e de adaptação a uma rotina de estudos remotos, uma startup potiguar conseguiu proporcionar ao aluno concluinte do ensino escolar uma facilidade: ter uma estimativa de seu desempenho no exame nacional.

Funcionalidade da plataforma Planejativo – startup vinculada à incubadora de empresas Inova Metrópole – a calculadora permite simular notas em cada uma das áreas de conhecimento do Enem graças à Teoria de Resposta ao Item (TRI), metodologia utilizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (INEP) para a correção dos exames.

SiSU

Além de saber as notas, os participantes também podem simular resultados do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), basta que informem os cursos de interesse, instituições de ensino e modalidades de concorrência.

A ferramenta tecnológica também estima o TRI mínimo e máximo para cada área de conhecimento, bem como suas médias aritméticas. Além disso, o aluno ainda recebe informações sobre probabilidades de aprovação, notas de corte por edição e por região e detalhes sobre o peso de cada disciplina de acordo com o curso escolhido.

Para usar a calculadora, os candidatos precisam fazer o cadastro no site do Planejativo, onde deverá informar a quantidade estipulada de acertos no Enem 2021. Após o registro, a ferramenta emite o resultado, baseando-se, dentre outros fatores, em dados referentes a exames anteriores.

A plataforma

A plataforma Planejativo oferece cronogramas de aprendizado baseados em três pilares: ciclos de estudo, revisões programadas e planos adaptativos. A ideia de se criar essa ferramenta surgiu de uma experiência educacional vivida pela própria idealizadora da plataforma, Tainara Carvalho.

“Quando eu comecei a estudar para concurso, tentei manter a mesma técnica da escola, com leitura, resumos e poucas questões, mas percebi pouco resultado’’, conta Carvalho, CEO do Planejativo.

Após pesquisar outras metodologias, Tainara Carvalho, junto ao desenvolvedor Heric Santos, aplicaram, eles mesmos, as novas técnicas e perceberam resultados significativos. Essa descoberta os incentivou a criar uma tecnologia que abrangesse todas essas metodologias, aplicando-as especificamente ao contexto do Enem.

“Também fizemos um levantamento com os estudantes sobre as suas dificuldades e percebemos que as questões mais apontadas giravam em torno de planejamento, organização, revisões e análise do desempenho. Percebemos, então, que a plataforma seria a solução perfeita para isso’’ explica a idealizadora.

O Planejativo promove organização dos estudos de forma inteligente e personalizada, levando em consideração o curso, o tempo disponível para estudo e a dificuldade em cada matéria.

Além disso, a plataforma conta com um material didático de apoio e recursos para os alunos analisarem seus desempenhos, com índices de acerto em exercícios e gráficos por assuntos. Também são emitidas notificações acerca do tempo de estudo em cada disciplina.

Pandemia

Inaugurada no fim de 2019, a plataforma teve um grande crescimento durante o período de pandemia. A startup saiu de 12 mil planos de estudos para mais de 160 mil, o que garantiu expansão a nível nacional, com cadastros feitos em várias regiões do Brasil.

Segundo Tainara Carvalho, muito do reconhecimento que o Planejativo ganhou em tão pouco tempo se dá justamente porque ela foi construída em cima das “dores” dos estudantes. “Nós também passamos por isso e trouxemos para a plataforma soluções específicas para esses desafios’’, acrescenta.

Durante o ano de 2020, além dos planos de estudo, a plataforma promoveu mais de 550 mil revisões de assuntos didáticos e mais de cinco milhões de questões resolvidas, impactando mais de 470 mil estudantes pelo país.

O próximo passo é consolidar a plataforma junto a escolas, com as quais a empresa já começou a firmar projetos experimentais. “Nós queremos aumentar ainda mais esse reconhecimento pelos estudantes e sempre melhorar a experiência deles”, reforça a idealizadora.

Nenhum comentário:

Acessos do blog